APEDE


ENCONTRO COM ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

Posted in Educação por APEDE em 17/11/2008

Uma delegação da APEDE (Associação de Professores e Educadores em Defesa do Ensino) e do MUP (Movimento Mobilização e Unidade dos Professores) irá ser recebida na Assembleia da República, nesta terça-feira, dia 18, às 15 horas, pelo deputado do PS António José Seguro, na qualidade de Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência. Os dois movimentos independentes de professores irão entregar a Declaração de Princípios e de Exigências que entregaram, na sequência da manifestação deste último Sábado, aos grupos parlamentares do PSD, do CDS/PP e do Bloco de Esquerda e aproveitarão o encontro para expor as inaceitáveis condições de trabalho com que os professores hoje se debatem nas escolas, a exemplo do que fizeram no passado dia 15. Por sua vez, António José Seguro fez saber que está a acompanhar, com atenção e preocupação, o clima que se vive actualmente nos estabelecimentos de ensino.

Mário Machaqueiro (pela Direcção da APEDE)

Ilídio Trindade (pelo MUP)
Anúncios

6 Respostas to 'ENCONTRO COM ANTÓNIO JOSÉ SEGURO'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'ENCONTRO COM ANTÓNIO JOSÉ SEGURO'.

  1. Bombista suícida said,

    Poucas cedências a essa corja do PS. Para traições já bastam os sindicatos. Não foi para negociarem com o PS que eu fui à manifestação do dia 15. Reúnam com todos, menos com esses malandros.

  2. Anonymous said,

    Há que não perder a bússola da luta: eliminar o Estatuto da Carreira Docente que criou os titulares e os não titulares e o decreto da gestão presidencialista de Abril de 2008. Isto é, há que ir mais além da suspensão da avaliação… Recusas colectivas nas escolas e greve geral – o método.Francisco

  3. Anonymous said,

    A luta dos professores é contra uma divisão artificial da classe em titulares e não-titulares e contra uma avaliação que põe colegas a fiscalizar colegas. Se no PS houver alguém próximo do poder que nos dê ouvidos, qual é o mal? Há gente decente (não me refiro, claro, aos sabujos e lacaios que rodeiam Sócrates) em todos os partidos.

  4. Anonymous said,

    Nesta fase já não há entendimento possivel. Colegas não alinhem em avaliação simplex, essa manobra tem apenas como objectivo salvar o Estatuto.

  5. Bombista suícida said,

    O colega, quando se refere a gente decente no PS, não está a falar do António José Seguro, pois não?Rapaziada dessa, que faz da política uma forma de vida, não pode ser decente.Se for o poeta Alegre, ainda vá!

  6. Anonymous said,

    Nada de simplex. A afronta vem de trás, começou com o consulado D. Maria L., o que acontece agora é um transbordar da borrasca que se foi acumulando – se o poder continua cego, surdo e mudo, que continue a afundar-se e a afundar as escolas, não somos nós os culpados. Ao ponto a que as coisas chegaram, Trata-se, na cultura judaico-cristã que ainda recobre o arquétipo predominante, de determinar a culpa e esperar pelo justo arrependimento, se estivermos a lidar com pessoas de bem. Naturalmente que isso passa, neste momento, pelo rolar da cabeça da ministra, um cadáver político adiado – qualquer cego vê isso, menos os auto-iluminados imitantes de pirilampos, porém sem qualquer dote de magia ou luminiscência. Francamente, AO QUE ISTO CHEGOU.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: