APEDE


Avaliação com influência no concurso de professores

Posted in Educação por APEDE em 28/02/2009
A avaliação de desempenho dos professores vai passar a ter influência na graduação para o concurso nacional, que neste ano irá colocar os docentes por quatro anos.
As novas regras de recrutamento, ontem publicadas em Diário da República (Decreto–lei nº 51/2009), já foram contestadas pela Plataforma Sindical, que enviou à Provedoria de Justiça um pedido de fiscalização “sucessiva e abstracta” do diploma por considerar que o mesmo viola o princípio constitucional da igualdade.
Para os docentes contratados e para os pertencentes aos Quadros de Zona Pedagógica, ambos sujeitos a concursos anuais, as bonificações pela avaliação (Excelente vale dois valores e Muito Bom um valor) contam já para 2010. O mesmo sucede com os docentes do quadro que pediram destacamento. Para os restantes professores do quadro, só em 2013 a avaliação terá efeitos. Mas o tempo de serviço só será contabilizado para quem for avaliado com um mínimo de Bom.
Entretanto, a Fenprof entregou ontem no Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa a primeira providência cautelar contra a avaliação. O objectivo é “suspender as orientações que o ministério tem transmitido às escolas”.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: