APEDE


SESSÃO PÚBLICA DE DEBATE E REFLEXÃO PROMOVIDA PELO PSD

Posted in Educação por APEDE em 31/10/2009

Porque nos pediram para divulgar, porque fomos convidados e porque vamos participar, já que todas as iniciativas de reflexão sobre o ensino nos parecem importantes nos tempos que correm, aqui fica o

CONVITE

O actual contexto parlamentar abre novas perspectivas de devolução de um clima de paz e estabilidade às nossas escolas.
Assim, tendo em vista a busca de respostas para a solução do impasse e dos problemas que enfermam o sistema de ensino, o Grupo Parlamentar do PSD irá promover uma sessão pública de debate e reflexão, na próxima quarta-feira, dia 4 de Novembro, pelas 10.30h, no Auditório do Edifício Novo da Assembleia da República, com o seguinte programa:

10.30h – Intervenção inicial:

– Prof. Doutor Santana Castilho

11.00h – Debate com a participação de agentes representativos do sector

12.30h – Encerramento:

– Dr. José Pedro Aguiar Branco

Para o sucesso desta iniciativa, muito contribuirá a presença e intervenção de todas as personalidades e entidades com responsabilidades no sistema educativo.

Consequentemente, muito gostaríamos de poder contar com a vossa presença.

Com os melhores cumprimentos.

O Presidente do Grupo Parlamentar do PSD

(José Pedro Aguiar Branco)


NOTA DA APEDE – A APEDE agradece o convite, formulado pelo grupo parlamentar do PSD, e confirma a sua presença nesta sessão de debate e reflexão sobre a temática da Educação. O mail geral@apede.pt está disponível para os contributos, sugestões e questões que os colegas desejem ver apresentados.

Anúncios

Uma resposta to 'SESSÃO PÚBLICA DE DEBATE E REFLEXÃO PROMOVIDA PELO PSD'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'SESSÃO PÚBLICA DE DEBATE E REFLEXÃO PROMOVIDA PELO PSD'.

  1. Anonymous said,

    Gostava de enviar um comentário que já escrevi neste blog e que infelizmente nunca foi discutido nem pelos sindicatos , nem pelos movimentos dos professores. Refiro-me aos educadores de infância e professores do 1º ciclo que não usufruiram de redução de horário na componente lectiva, porque vinham para a aposentação mais cedo e agora são penalizados em relação aos outros níveis de ensino com os mesmos anos de serviço.Junto envio comentário detalhado: E a injustiça sobre os educadores e professores do 1º ciclo que têm mais de 40 anos de idade e mais de 10 de serviço e não têm redução na carga lectiva, como têm os professores do 2º, 3º ciclos e secundário?Sabiam que os educadores e professores do 1º ciclo que já têm mais de 27 anos de serviço se estivessem nos outros níveis de ensino tinham redução de 8h lectivas?Sabiam que os educadores e professores do 1º ciclo não tinham redução lectiva porque vinham para a aposentação aos 52 anos de idade e com 32 de serviço ou 55 anos de idade e 30 de serviço, por motivo da monodocência? – Daqui resulta que quem tenha, por exemplo, 28 anos de serviço em 2009, tenha que manter-se em actividade lectiva até aos 65 anos de idade.Sabiam que aos colegas dos outros ciclos aumentaram-lhe 5 anos? (Antes tinham direito à reforma, por inteiro, aos 60 anos ; agora irão até aos 65anos). Aos educadores e professores do 1º ciclo aumentaram 10 anos. Sabiam que um coordenador do J.I./E.B1 além do trabalho pedagógico com a sua turma tem de gerir todo o funcionamento da escola: funções burocrático-administrativas; reuniões (pais, autarquia, docentes e não docentes); componente social (almoços-ementas e prolongamento), plano de contingência, plano de emergência, funcionamento de todo o pessoal da instituição, programar/planear e acompanhar as actividades extracurriculares, inventário do material da instituição…Sabiam que :Aposentação de Docentes em Regime de Monodocência A Assembleia da República aprovou ontem, dia 25 de Junho, o Projecto de Lei n.º 663/X ("Institui um regime especial de aposentação para educadores de infância e professores do 1.º ciclo do ensino básico do ensino público em regime de monodocência que concluíram o curso de magistério primário e educação de infância em 1975 e 1976") e o Projecto de Lei .º 764/X, sobre "Regime especial de aposentação para os educadores de infância e professores do 1.º ciclo do ensino básico do ensino público, em regime de monodocência possuindo, em 31 de Dezembro de 1989, 13 ou mais anos de serviço docente".O SPGL e a FENPROF congratulam-se com a aprovação unânime destes diplomas. Agora pergunto: Por que é que em 25 de Junho/2009, a Assembleia da República reconhece que desta forma repõe alguma justiça e não o reconhece para aqueles que em 2009 já têm mais de 25 anos de serviço, de descontos por inteiro e de 50 anos de idade? Será que este Projecto de Lei n.º 663/X foi para favorecer algum político ou familiar e daí ter beneficiado aqueles que se enquadrassem?ObrigadaA educadoraFátima Ribeiro


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: