APEDE


Os Desacordos do Acordo

Posted in Educação por APEDE em 21/01/2010

Clicar na imagem para ampliar

A APEDE saúda mais uma intervenção cívica do Professor  Santana Castilho, reconhecendo neste seu texto,  escrito com a clareza e a  acutilância a que nos habituou, muitas das críticas que temos vindo a apontar  ao  “Acordo do queijo… suiço”.

Anúncios

7 Respostas to 'Os Desacordos do Acordo'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Os Desacordos do Acordo'.

  1. Marcos Sequeira said,

    A APEDE não gosta de queijo suíço e nada a objectar. O que é estranho é que aprecie tanto as almôndegas do Santana Castilho, ele próprio um produto híbrido. Chega a ser cómico ver a direita laranjinha usar argumentação do MRPP para atacar os sindicatos. Tudo serve para fabricar almôndegas. Estão é requentadas e ninguém lhe pega. Só algum incauto.

  2. Ricardo Silva said,

    Caro Marcos,

    Não nos conhece seguramente. Só isso pode explicar os adjectivos insultuosos que usou no seu comentário. Na APEDE, e nos seus orgãos sociais, há seguramente colegas com as mais variadas opções políticas e ideológicas, muitos deles sindicalizados e outros que o não são. A independência e a liberdade de pensamento foram e serão sempre um dos nossos maiores patrimónios.
    Não adianta tentarem colar-nos a este ou aquele partido, a este ou aquele interesse, nada disso existe na APEDE. Nas centenas de reuniões que tivemos nunca perdemos um minuto que fosse a perguntar qual o partido ou tendência política deste ou daquele membro. Se reparar na ficha de sócio não perguntamos a ninguém se tem ou já teve alguma filiação política ou sindical. Não nos interessa. Sabemos muito bem o que nos une e porque razão estamos em luta. O que nos move é a luta contra as políticas educativas dos governos de José Sócrates e também a defesa de um Ensino de Qualidade, numa Escola Pública de todos e para todos, onde se respeite e valorize a profissão docente. Não confundimos também sindicatos com direcções sindicais. Temos o direito à crítica, que procuramos sempre fundamentar. O Professor Santana Castilho não precisa de defesa, os seus textos falam por si e, indubitavelmente, foram um importante farol na recente luta dos professores e poderosos instrumentos de denúncia das políticas de Sócrates e seus governos. São textos que incomodam alguns e percebemos porquê… o seu comentário, que nos dispensamos de qualificar, é a esse nível bem revelador.
    Quanto ao “Acordo”, alguém duvida que está cheio de buracos? Creio que todos o reconhecem, inclusivé os próprios negociadores, mesmo que o tenham considerado irrecusável. Não se percebe pois essa sensibilidade tão acesa relativamente à expressão “acordo do… queijo suíço”. É apenas um epíteto e a ironia tem um potencial de crítica que apreciamos.
    Para terminar, talvez valha a pena repetir: não adianta continuar(em) a tentar, a não ser que queira(m) ainda dar-nos mais força para a continuação da luta e um reforço de convicção de que estamos no caminho certo, “atirar lama” sobre quem já provou e justificou que está nesta luta sem amarras ou agendas ocultas. Não adianta, acredite(m) 🙂

    • Marcos Sequeira said,

      Gato escondido…
      “não adianta continuar(em) a tentar, a não ser que queira(m) ainda dar-nos mais força para a continuação da luta e um reforço de convicção de que estamos no caminho certo”
      E eu a julgar que a luta da APEDE era contra as políticas educativas do governo de Sócrates. Sempre a aprender.

  3. Mário Machaqueiro said,

    Marcos,

    Pelos vistos você não aprendeu nada. Nem sequer é capaz de perceber o que está dito no trecho que cita das palavras do Ricardo!

  4. Ricardo Silva said,

    Vou então tentar explicar melhor, por outras palavras, pode ser que desta vez o Marcos compreenda:

    “Sabemos muito bem o que nos une e porque razão estamos em luta. O que nos move é a luta contra as políticas educativas dos governos de José Sócrates e também a defesa de um Ensino de Qualidade, numa Escola Pública de todos e para todos, onde se respeite e valorize a profissão docente.”

    E quem pensa que nos enfraquece ou distrai com críticas do tipo que o Marco fez, está enganado e só nos dá ainda mais força e ânimo para continuarmos na luta, com a noção de que estamos no caminho certo.

    Parece-me que fui suficientemente claro, se ainda assim não resultar posso tentar converter a explicação para .jpeg 🙂

    Fique com um abraço e não veja fantasmas onde eles não existem.
    E ainda lhe faço um convite: dia 30 estaremos no II Encontro Nacional do MEP, no liceu Camões, apareça por lá, conheça-nos, converse um pouco, tente perceber melhor quem somos. Sem reservas morais, pode ser?

  5. Marcos Sequeira said,

    Fico mais tranquilo com as explicações. Tinha percebido mal. Efeitos de ter lido uns dias antes:
    “Os Movimentos Independentes de Professores admitem desencadear, em breve, a construção de uma grande Convergência de Contestação às medidas que os professores continuam a rejeitar neste acordo (e pela defesa de outras que ficaram ausentes), procurando reunir na mesma os sindicatos que não assinaram o acordo, os professores que se destacaram na blogosfera e núcleos de professores, organizados escola a escola”
    Mas também aqui devo ter percebido mal. Mania de ler o que é evidente e o que está latente.
    Agradeço, comovido, o convite da Madre Teresa de Calcutá, mas já não tenho nada para dar para esse peditório.

  6. Ricardo Silva said,

    O que é evidente é que o Marcos não respeita o esforço, o trabalho, e a dedicação dos professores que decidiram envolver-se civicamente, nesta luta, formando a APEDE, um importante movimento independente de professores
    O que está latente é a minha indisponibilidade em continuar a responder-lhe. É que sou agnóstico, não cristão!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: