APEDE


A maldição de Midas às avessas, ou de como tudo aquilo em que Sócrates toca se transforma em…

Posted in (Des)governo,Escola por APEDE em 26/01/2010

 

É, de facto, uma tristeza.

Para os mais incautos ou os mais optimistas, a renovação do parque escolar parecia ser uma das poucas iniciativas aparentemente aproveitáveis, no que toca ao sistema educativo, de que os governos de José Sócrates deram mostras.

Pois bem, verifica-se agora que até isso se está a revelar um imenso fiasco, um “flop” monumental, à mistura com as proverbiais “obscuridades” em matéria de utilização dos dinheiros públicos.

O caso tem as respectivas análises e denúncias aqui e aqui.

E assim vamos ficando instruídos sobre como se desgoverna este país. 

 

Anúncios

2 Respostas to 'A maldição de Midas às avessas, ou de como tudo aquilo em que Sócrates toca se transforma em…'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'A maldição de Midas às avessas, ou de como tudo aquilo em que Sócrates toca se transforma em…'.


  1. […] Negócios obscuros Publicado em Educação por APEDE em 15/02/2010 Isto que o Paulo Guinote denuncia, e que se encontra desenvolvido aqui, é só mais um exemplo do modo como o Partido «Socialista» – verdadeira contradição nos termos – gere a «coisa pública», entregando-a paulatinamente a obscuros interesses privados. Neste caso, tanto mais obscuros quanto sabemos que a Parque Escolar tem estado no centro de ajustes directos sem justificação aparente e, como se isso não bastasse, tem dado à luz obras de «recuperação» e «melhoria» das escolas cuja qualidade se revela desastrosa, conforme sublinhámos num “post” anterior. […]

  2. Lorosae said,

    A EPE (Empresa Parque Escolar) constitui mais uma das obras obscenas criadas por ajuste directo pelo Bufarinheiro da III República. A ambiguidade da nova produção, não somente concita problemas de transparência e equidade concorrêncional, de acordo com alguns órgãos de comunicação social ( muito provavelmente em demanda de mais uma canalhisse contra o ” Animal Feroz” ), mas também em relação à qualidade dos trabalhos de “recuperação” e de “melhoria” realizados: dir-se-ia que a qualidade dos trabalhos se comparam à recente construção do prolongamento da IC16 até ao nó da CREL, que apresenta inúmeras anomalias, apesar da sua inauguração ter sido realizada com “pompa e circunstância”, como é apanágio do PS e do Seu dono!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: