APEDE


Aqui está uma petição que vale a pena assinar

Posted in Cidadania por APEDE em 08/02/2010

E que não tem cor político-partidária, pois é subscrita por bloggers de esquerda e de direita, unidos pelo mesmo desejo de pôr fim a esta sucessão de escândalos e de silêncios pôdres que vão minando, de forma imparável e insustentável, as condições mínimas para uma democracia digna desse nome.

A fim de que Portugal não bata (ainda mais) no fundo, podem subscrever esta petição aqui.

Anúncios

9 Respostas to 'Aqui está uma petição que vale a pena assinar'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Aqui está uma petição que vale a pena assinar'.

  1. paiva said,

    porquê um número tão reduzido de nomes femininos?

    Porque a razão de blogues que mais pared«cem um saco de gatos?

    Porquê não nos preocuparmos com problemas tão quotianos como inclusão de todo o material informátco ,que somos obrigados a usar diariamente, para deduções em I:R:S:?

    Como não nes preocupamos com o pior rigor científico mo recrutamento re docentes e na pressão para o facilitismo,na avaliaçãp de alunos?

    Sinto tristeza,por se misturarem lutas que são válidas , mas noutro contexto!
    ,

  2. Hukvustópa said,

    Depois da revelação que o Ricardo Silva usava um duplo para os trabalhos sujos (caluniar, difamar), que autoridade moral ou que legitimidade tem a APEDE para falar de liberdade de expressão ?

  3. Ricardo Silva said,

    O Ricardo Silva não calunia nem difama, pode ser, em certas circunstânciais limite, e só ele sabe o quão limite foram, sarcástico e agressivo, mas não pretendeu nunca atacar a(s) pessoa(s) pela(s) pessoa(s), mas sim os seus comportamentos, atitudes e decisões, num ou noutro momento. O Ricardo Silva tem o direito de expressar a sua indignação, como entende, como pôde, perante tanto ataque e tanta desilusão face a certas atitudes e posições de insídias de uns e traições à luta de outros. E isso porque se empenhou muito directamente, muito activamente, de todo o coração, em todos os momentos da mesma. Poderia ter feito isso de outro modo? É verdade que sim, e não há problema algum em reconhecê-lo, até de deixar desculpas públicas perante um ou outro excesso, sabendo embora que, nalguns casos poderia ter sido até bem mais duro. Quem tiver alguma capacidade e conhecimento de dentro para analisar estes anos de luta, saberá bem o quanto teve de ser suportado e enfrentado, a descompressão e o desabafo da indignação mais profunda foi talvez mal canalizada, numa ou noutra situação, quem quiser que venha agora atirar pedras, mas que fique claro que sempre se assumiu uma crítica clara à actuação das direcções sindicais e daqueles que as seguem de modo cego e acrítico, e só pretenderam destruír quem se lhes opôs, sempre que delas discordou.
    Quanto à APEDE, falará sempre de tudo o que entenda, em defesa da luta dos professores. Como sempre tem feito.
    Quanto ao Ricardo Silva, poderão continuar a tentar, mas não irão conseguir calá-lo. Poderão discordar, criticar, mas é importante, pelo menos, que pensem e tentam avaliar primeiro os contextos e razões profundas das coisas. E quanto ao seu carácter, o seu envolvimento nesta luta fala por ele.
    Independentemente de tudo, também é verdade que a vida nos vai ensinando lições, saberei tirar delas os ensinamentos devidos, com a humildade devida.

  4. Mário Machaqueiro said,

    É curioso que o segundo comentário também recorra a um nickname. Enfim, de contradições e pescadinhas de rabo na boca está o inferno cheio. Creio que o Ricardo deu uma resposta à altura. Embora eu não aprove o uso de nicks, também sei que eles servem para muita coisa, e que há uma diferença abissal entre difamar e criticar de forma mais desassombrada.
    Quanto ao primeiro comentário, esclareço que não se está aqui a misturar lutas. O apoio à iniciativa dos bloggers em causa – onde até há muita gente que não aprecio especialmente – deve-se, tão-só, a ser das poucas acções que pretende levar os órgãos de soberania a extraírem todas as consequências do comportamento ignóbil de José Sócrates, caso as revelações do jornal «Sol» se revelem verdadeiras. Curiosamente, ainda não ouvi ninguém a desmenti-las, começando pelo próprio Sócrates, que aparece muito preocupado apenas com a violação do segredo de justiça. Pudera! Se não fosse essa violação, tudo ficaria no segredo dos deuses (destes deuses de polichinelo que nos couberam em sorte).

    • paiva said,

      Eu já tinha assinado uma petição e com nomes que me merecm respeito.
      Mas temos espaço suficiente para lutar pela Liberdade e espaço para lutar pela nossa dignidade profissional…

  5. reb said,

    Já assinei!

  6. Hukvustópa said,

    Na falta de argumentos, ataca-se o nickname.
    O que importa é o uso que se faz do nickname.
    Há quem use os nicks porque não gosta de exposição, nem de exibição.
    Mas podendo sempre dizer com a verdadeira identidade o que diz com o nick. É uma regra básica.
    Mas, há também, caso do Ricardo che Silva, quem os use para fazer trabalho sujo.
    E que desacreditam irremediavelmente uma instituição que se pretendia séria.

  7. Ricardo Silva said,

    A situação está explicada acima e, da minha parte, nada mais tenho a acrescentar. Naturalmente, tem todo o direito à sua opinião.

  8. paiva said,

    Que Partidos e dirigentes sindicais, que traiíam os docentes, tentariam se infiltrar em quem os ousasse denunciar, já era de esperar.Mas transformar estes debates numa intriga, num saco de gatos já ultrapassa a ingenuidade…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: