APEDE


Era uma vez um ECD

Posted in (Des)governo,ME,Posições,Profissão,Sindicatos por APEDE em 17/05/2010

Corrijam-nos se estivermos enganados, mas..

… não houve um acordo assinado, no início deste ano, pelos sindicatos de professores e pelo Ministério da Educação (acordo que, aliás, mereceu a imediata contestação da parte dos movimentos independentes, entre os quais a APEDE)?

Não era suposto que esse acordo se traduzisse num Decreto-Lei?

Não houve já várias versões do ECD resultantes desse acordo, das quais a última tem a data de 26 de Março de 2010?

Repetimos, para o caso de não terem lido bem ou de não confiarem nos vossos olhos:

Março de 2010.

Estamos em:

Maio de 2010.

O acordo foi assinado em:

Janeiro de 2010.

Alguém se lembra disto? Estamos a falar de um pequeno pormenor chamado ECD?…

Será que ninguém (por “ninguém” entenda-se: sindicatos) reparou nisto?

Será que não repararam que o ano lectivo se aproxima do fim e que TUDO, rigorosamente TUDO, se mantém na mesma?

Ah pois, o PEC. O PEC e o aumento das despesas que, supostamente, o novo ECD iria implicar para as contas públicas…

Vamos contar então uma história:

Era uma vez um ECD…

Anúncios

5 Respostas to 'Era uma vez um ECD'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Era uma vez um ECD'.

  1. leão said,

    Com esta turbulência dos mescados fazer sair uma Lei que para além de fazer disparar a despesa reflecte a promoção descarada dos professores menos habilitados, seria um suicídio político. Acho que Sócrates não iria aguentar-se nas canetas.

    • Gabriel said,

      Sor Leão,
      Antes de afirmações “desvergadas” seria bom ler o pretenso novo ECD.
      Mas uma verdade foi dita!… Os professores vão esperar “ad eternum” pela mudança de escalão que já atingiram à longo tempo.
      Concluo assim, que este País é governado por patifes.

  2. Mário Machaqueiro said,

    «Promoção descarada dos professores menos habilitados» – um estribilho de quem está a anos-luz das realidades da profissão docente e que não leu, certamente, o que consta no projecto do novo ECD.
    Quanto ao Sócrates não se aguentar nas canetas, os vários tiros que tem dado nos pés e todos os escândalos por explicar em que se vê metido há muito que o transformaram naquilo que ele é: um cadáver político adiado, que só se «aguenta nas canetas» porque nenhum partido da oposição quer assumir a governação de um país convertido em Titanic.

  3. Lelé Batita said,

    Bom dia
    Não sei se viram esta notícia.
    Deixou-me bastante incomodada: :- (

    http://peroladecultura.blogspot.com/2010/05/professor-condenado-por-chamar-preto.html

  4. Ricardo Silva said,

    Olá Lelé,

    É uma situação que, a ter acontecido exactamente como se lê na notícia, só podemos considerar lamentável. Por muito que saibamos que os professores sofrem, cada vez mais, com atitudes de desrespeito por parte dos alunos, ofensas e até agressões, atitudes que ficam quase sempre impunes, estas situações não deviam acontecer. Mas também não tenho dúvidas que são excepções à regra.

    Abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: