APEDE


O sindicalismo-que-temos confessa-se

Posted in Só para rir por APEDE em 19/12/2010

Este texto é, de facto, hilariante. O SPGL revelou-nos mais um génio (re)flexivo.

Apreciámos bastante a referência aos «partidos leninistas que tantos quadros fornecem aos governos de direita» e à Igreja Católica que, pelos vistos, tem dado um grande «contributo para o engrossamento das fileiras da Maçonaria». Temos aqui um historiador desaproveitado.

Mas o mais interessante é aquela confissão sobre o sindicalismo-que-temos. Nós não faríamos melhor. Ora leiam:

«Os sindicatos não são organizações revolucionárias a quem se possa exigir pureza ideológica. São organizações profissionais, institucionalizadas e protegidas pelas democracias capitalistas, para tornarem menos desigual a relação de forças entre o trabalho e o capital e para manterem os conflitos sociais dentro da legalidade, evitando as manifestações desordeiras, as greves selvagens e a luta armada

O sublinhado é nosso. A confissão é deles.

Anúncios

2 Respostas to 'O sindicalismo-que-temos confessa-se'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'O sindicalismo-que-temos confessa-se'.

  1. fjsantos said,

    Pois é, enquanto uns se riem a bandeiras despregadas de algum sindicalismo que temos, mas para lá de rir e criticar, apenas se limitam a ficar na bancada, outros metem as mãos na massa e procuram fazer saltar os coelhos da cartola, ou da toca, para melhor os abater.

  2. APEDE said,

    Se ficar na bancada é denunciar o que vai mal no sindicalismo-que-temos, se ficar no bancada é mobilizar para a luta e participar nela (sem deixar de apontar críticas fundadas a quem defrauda expectativas), se ficar na bancada é discutir e apresentar propostas para uma melhor organização da Escola Pública (vidé Proposta Global Alternativa da APEDE), se ficar na bancada é continuar activamente a participar na discussão pública dos assuntos de Educação, se ficar na bancada é organizar manifestações (15 de Novembro, 24 de Janeiro, 19 de Setembro, para citar apenas os casos mais conhecidos) e contactar regularmente os grupos parlamentares e a Comissão de Educação e Ciência da AR, na defesa dos nossos princípios e agenda reivindicativa, se ficar na bancada é organizar Encontros Nacionais de Escolas e Professores em Luta (como os que aconteceram em Leiria), se ficar na bancada é apoiar sistemáticamente as iniciativas de luta que vão surgindo (mesmo quando elas são chumbadas/desvalorizadas pelas direcções sindicais, depois de aprovadas nas suas Comissões) se ficar na bancada é marcar presença nos OCS em defesa das nossas posições, se ficar na bancada é nunca termos comprometido a nossa independência, se ficar na bancada é termos sempre procurado consensos e unidade nas acções de luta, apesar do ruído e processos de intenção, se ficar na bancada é termos estado junto dos colegas, em muitas escolas, esclarecendo e mobilizando, se ficar na bancada é termos sempre alertado para as bandeiras de luta que não poderíamos deixar caír e denunciado “entendimentos” e “acordos” de má memória, se ficar na bancada é não termos nunca traído os nossos compromissos na luta, se ficar na bancada é “simplesmente” termos surgido e não desistirmos de continuar a dizer presente, sem agendas ocultas, ou quaisquer outros interesses que não sejam a luta pela dignificação da profissão docente, e a defesa de uma Escola Pública e de um Ensino de qualidade, então acreditamos que devemos continuar a ficar na bancada, com muito gosto, e só esperamos que muitos mais se juntem a nós numa bancada assim e nesta luta, que temos de ganhar.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: