APEDE


Interregno na memória para uma chamada ao presente

Posted in Palavras certeiras por APEDE em 25/04/2011

Síntese (infelizmente) perfeita:

O medo está instalado. Se, no pós-25 de Abril, apesar das dificuldades, havia uma inabalável esperança que se projectava um futuro melhor, nos últimos anos tudo se inverteu. Com o FMI aceita-se uma quimioterapia durante a qual devemos abdicar dos nossos direitos, soberania e integridade, com pouca esperança de recuperação. Uma quimioterapia que não se propõe eliminar o tumor das políticas neoliberais que nos conduziram ao estado actual, mas aprofunda-las com o auxílio dos mesmos agentes que criaram o tumor.

Uma resposta to 'Interregno na memória para uma chamada ao presente'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Interregno na memória para uma chamada ao presente'.

  1. roma maria said,

    Subscrevo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: