APEDE


Isto está cada vez mais giro

Posted in Conversa de escárnio e mal-dizer por APEDE em 06/10/2011

O novelo da novela pode ser desdobrado aqui, aqui e aqui. Engraçado mesmo é seguir os comentários deixados pelos serventuários e candidatos a controleiros do costume, na tentativa patética de justificar o injustificável, apanhados com as calças na mão do pobre sindicalismo-que-temos.

Anúncios

8 Respostas to 'Isto está cada vez mais giro'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'Isto está cada vez mais giro'.

  1. Leitor said,

    No sistema solar umbiguista, a APEDE candidata-se a satélite principal.
    Já nem se dão ao trabalho de ler as notícias, nem os esclarecimentos.
    Se o Umbigo diz, a APEDE papagueia. Se o Umbigo distorce, a APEDE retorce.

    Os factos:
    “A propósito da inauguração da nova sede do SPM
    Face a algumas notícias sobre a inauguração da sede do Sindicato dos Professores da Madeira em 5 de Outubro de 2011, no Funchal, a Direcção do SPM entende deixar claro o seguinte:
    •A data desta inauguração foi marcada em 12 de Março de 2010, dia do aniversário do SPM, no momento do lançamento da primeira pedra;
    •A escolha da data de 5 de Outubro deve-se ao facto de ser o Dia Mundial dos Professores, representando uma oportunidade para a afirmação pública da importância da profissão docente e das suas organizações representativas;
    •As eleições legislativas regionais foram marcadas muito mais tarde, na última semana de Julho, pelo Presidente da República;
    •O Governo Regional da Madeira foi institucionalmente convidado para estar presente na cerimónia de inauguração pelo facto de ser a entidade responsável pela gestão dos fundos comunitários a que o SPM se candidatou para financiamento do Centro de Formação, parte integrante do edifício agora inaugurado.
    Assim, o Sindicato dos Professores da Madeira repudia quaisquer acusações de ter protelado a inauguração da sede para momento coincidente com a campanha eleitoral, favorecendo o partido no poder na RAM, cujas políticas tem denunciado e das quais se continua a demarcar, como de resto ficou claro, hoje, na intervenção do Secretário-Geral da FENPROF (que pode ser consultada em http://www.fenprof.pt).
    Mais se esclarece que é falsa a afirmação, proferida por um dirigente de um partido político (PND), de que as obras estariam prontas há meses, já que estas ficaram concluídas dentro dos prazos previstos no caderno de encargos do concurso público internacional, ou seja, no final do mês de Setembro.
    Funchal, 5 de Outubro 2011
    A Direcção do SPM”

    A intervenção de Mário Nogueira:
    http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=226&doc=5861
    Qual é a frase, palavra ou vírgula desta intervenção que não corresponde aos interesses dos professores e da Escola Pública?

    • Mário Machaqueiro said,

      Vargas,

      Continue a cavar, pois daqui ainda conseguimos ver a sua testa.

  2. fjsantos said,

    Mário,
    quando falas, e insistes na expressão, de “sindicalismo que temos”, qual é o referencial que invocas para o “sindicalismo que tu gostavas de ter”?
    São os movimentos “inde”pendentes? É o sindicalismo ugetiano criado pelo “quebra-espinhas” Maldonado Gonelha? São os blogues e a irresponsabilidade que grassa nalgumas caixas de comentários, convenientemente alimentada e explorada por aspirantes a um lugar ao sol?
    Diz lá, que estou cheio de curiosidade em saber a que outro sindicalismo te referes.

    • Zé Manel said,

      Sugere-se a consulta atenta à “Cartilha do bom sindicalista”. Quanto à defesa da classe pelo Nogueira, basta atentar na sua famosa declaração : -“Agora NÃO é tempo de lutar…”

  3. fernanda said,

    Mas porque é que em vez de se debater argumentos, se responde, invariavelmente, na defensiva, impedindo qualquer continuação da exposição?

    Porquê, colega Mário?

  4. fernanda said,

    “Continue a cavar, pois daqui ainda conseguimos ver a sua testa.”

    Importa-se de aprofundar a frase acima citada?

    É que eu não entendo, mesmo!

    • Mário Machaqueiro said,

      Não é estar na defensiva, minha cara. É uma coisa chamada ironia. E depois há pessoas com quem não me apetece discutir. Apetece-me só gozar com elas. Que quer? São feitios. Já o Francisco Santos, que dá a cara (muitas vezes com más razões, é certo, mas nem sempre), me merece outro tipo de consideração, e o repto que ele me lança exige uma resposta. Vai ficar para um “post”, que este espaço aqui é muito curtinho. Para o falso anónimo fica o meu desprezo e o meu gozo. Capice?

  5. fernanda said,

    Mário,

    Escapou-me a ironia.

    Ando a ficar lerda. É da crise!

    Bom fim de semana


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: