APEDE


O Estado-esmoleiro num país de mão estendida

Posted in Ai Portugal por APEDE em 26/11/2011

Estando hoje a decorrer mais um campanha do Banco Alimentar contra a fome, pensamos como é cada vez mais pertinente a caracterização que o sociólogo Boaventura de Sousa Santos faz de Portugal: uma país onde um Estado-Providência anémico teve sempre de ser compensado por uma «sociedade-providência» de ajudas ou de socorros mútuos. Acontece que o governo actual, ao serviço de predadores e de usurários, está empenhado em demolir o pouco que ainda resta dessa rede de protecção social garantida pelas solidariedades entre vizinhos ou no seio de famílias urbanas que dispõem da sua courela como pequeno «banco alimentar».

Seja como for, a lógica da esmola está a impor-se. E, como se vê, já está a atingir as instituições do Ensino Superior:

Cortes levam universidades a apostar em donativos de alunos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: