APEDE


Associações de pais do Porto pedem demissão da directora regional de educação

Posted in Educação por APEDE em 10/03/2009
O presidente da Federação Concelhia das Associações de Pais do Porto (FECAP), Manuel Valente, pediu hoje a demissão da directora regional da educação do Norte, Margarida Moreira, acusando-a de “irresponsabilidade” e “incompetência”.“Parece surda e muda, porque não ouve nada nem ninguém”, acusou Manuel Valente, apontando, entre outros exemplos, a falta de apoio a alunos com deficiência. Segundo os dados hoje disponibilizados em conferência de imprensa pelo presidente da FECAP, existem, em escolas do Porto, “30 alunos” com deficiência auditiva sem língua gestual.”Na escola do Bom Sucesso existem também sete alunos autistas para uma tarefeira. Se pensarmos que cada autista deveria ter uma auxiliar a cuidar de si percebemos a gravidade da situação”, sustentou. Segundo Manuel Valente, “houve um processo de coacção aos pais para que colocassem os seus filhos nas escolas de referência (educação especial)”.”Muitos optaram por mantê-los em escolas regulares e hoje estão sem apoios”, afirmou o mesmo responsável, que garante não estar a liderar “nenhuma cruzada política contra ninguém, mas apenas a denunciar factos”. O dirigente da federação disse concordar com “a criação por processos administrativos e burocráticos de escolas de referência”, mas discorda da imposição da transferência dos alunos.”Ainda não está provado que estas escolas sejam melhores para os alunos com deficiência do que as normais. Não nos lembramos que se tenha efectuado qualquer avaliação dos processos, das dinâmicas e dos resultados das escolas de referência”, acrescentou. E questionou: “Com que direito é que alunos surdos e outros são puramente ignorados e isolados dos seus principais recursos e acesso à condição de cidadania?”.Segundo Manuel Valente, “estas situações só ocorrem no Norte, porque em contactos com altos dirigentes do Ministério da Educação percebemos que ficam espantados quando lhes contamos estes casos”. “Há uma quantidade enorme de casos sobre os quais vimos há muito tempo a mostrar a nossa insatisfação, mas sem qualquer resultado. A senhora directora regional é irresponsável e incompetente porque não resolve os problemas nem ouve os intervenientes da comunidade educativa”, frisou.A Federação representa a “totalidade” das cerca de “80” associações de pais do concelho do Porto, segundo Manuel Valente. A DREN escusou-se a comentar as acusações do presidente da FECAP, remetendo para mais tarde uma eventual reacção.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: